- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

RECICLANDO



Queridos amigos
Em virtude de ter assumido muitos compromissos para esse ano de 2018, terei que me afastar do blog, até que consiga organizar a distribuição do meu tempo.
Esse blog não apenas posta partes de livros, mas são livro que leio, faço a síntese, digito, para depois publicar nesse espaço. Isso demanda tempo e dedicação.
Estou abraçando um projeto muito importante para mim, na minha jornada espiritual, o qual terei que dedicar grande parte de meu tempo disponível. Esse espaço continuará ativo e pretendo, um dia, retomá-lo.

Abraço a todos
Até breve

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

QUANDO NASCEU JESUS?





Desejo a todos os amigos que estiveram nesse cantinho durante este ano um natal repleto de paz, amor, harmonia.
Que possamos ter Jesus em nosso coração, não apenas no natal, mas em todos os dias de 2018 e dos próximos anos.
Desejo que 2018 nos traga muitas oportunidades de aprendizado. Que possamos a cada dia trazer mais luz para nossa vida e adquirirmos mais sabedoria para que possamos resolver nossos problemas de acordo com a lei de Deus.
Tiraremos alguns dias de férias. Retornaremos a partir do dia 08/01/2018.










segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

DECÁLOGO DE APERFEIÇOAMENTO

Espírito: ANDRÉ LUIZ.
1 – Diminua as próprias necessidades e aumente as suas concessões.
2 – Intensifique o seu trabalho e reduza as quotas de tempo inaproveitado.
3 – Eleva as ideias e reprima os impulsos.
4 – Liberte o “homem do presente”, na direção de Jesus e aprisione o “homem do
passado” que ainda vive em você.
5 – Vigie os seus gestos, estendendo os gestos alheios.
6 – Persevere no estudo nobre, reconhecendo na vida a escola sagrada de nossa
ascensão para Deus.
7 - Julgue a você mesmo e desculpe indistintamente.
8 - Fale com humildade, ouvindo com atenção.
9 - Medite realizando e ore servindo.
10 - Confie no Amor do Eterno e renda culto diário às obrigações em que Ele Mesmo nos situou.


Fonte: Ideal Espírita – Chico Xavier/Espíritos Diversos
imagem: google

sábado, 16 de dezembro de 2017

DEFEITOS

Se você não consegue evitar a irritação, use o silêncio.
Os defeitos mais arraigados são aqueles que tomamos à feição de qualidades.
É preciso discernir:
apresentação e vaidade;
brio e orgulho;
serenidade e indiferença;
correção e frieza;
humildade e subserviência;
fortaleza e segurança de coração.
Quando algum sentimento nos induzir a parecer melhor ou mais forte que os outros, é chegado o momento de procurar a nossa própria realidade, para desistir da ilusão.


Fonte: ENDEREÇOS DE PAZ – Chico Xavier/André Luiz
imagem: google

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

MÚSCULOS PARA A ALMA

A jovem reclamava sofrer a perseguição de um Espírito que não a deixava em paz. Ideias infelizes, sentimentos negativos, angústia, tristeza, denunciavam a presença da entidade malfazeja.
E apelava, aflita, dirigindo-se a Chico Xavier:
– Não suporto mais essa pressão! Minha vida está se transformando num inferno. O que devo fazer para libertar-me desse obsessor que me deixa agoniada?
O médium, com a delicadeza que o caracterizava, respondeu, bem-humorado:
– Trabalhe, minha filha. Trabalhe muito, até desfalecer. Quando a gente desmaia de cansaço o obsessor não consegue nos envolver…
O comentário do médium lembra o velho ditado:
Mente vazia é forja do demônio.
Quando não temos o que fazer, afloram as tendências inferiores, favorecendo a sintonia com Espíritos que nos perturbam.
Nossa defesa, portanto, é o trabalho, que disciplina a mente, mantendo-a ocupada, sem aberturas para as sombras.
Na questão 683, de O Livro dos Espíritos, interroga Allan Kardec:
Qual o limite do trabalho?
A resposta é surpreendente:
“O das forças. Em suma, a esse respeito Deus deixa inteiramente livre o homem.”
Dirá você, leitor amigo, que o mentor mais parece diligente representante dos patrões!
Trabalhar até a exaustão lembra os primórdios da Revolução Industrial, no século XVIII, quando havia jornadas de trabalho de dezesseis horas, mal sobrando tempo para o repouso.
Sossegue! Não é esse o sentido da sua observação.
Trabalho é toda iniciativa que representa atividade disciplinada.
Ao escrever estas linhas estou exercitando um trabalho de produção literária.
Meus filhos, na escola, exercitam o trabalho de aprendizado.
A serviçal doméstica, nos afazeres do dia, exercita um trabalho braçal.
O profitente religioso, em oração, exercita um trabalho espiritual.
O voluntário da obra assistencial, atendendo a família carente, exercita um trabalho de filantropia.
O importante, em favor de nossa estabilidade, é estar sempre ativo, considerando que todo processo obsessivo tende a instalar-se na hora vazia.
Não é por outra razão que há nos hospitais psiquiátricos núcleos de praxiterapia, literalmente a terapia do trabalho, oferecendo ocupação aos pacientes, a qual, associada à medicação, favorecerá sua recuperação.
Quando falamos em influências espirituais, imperioso considerar que se há Espíritos interessados em nos envolver e prejudicar, há também os que procuram nos ajudar.
                E se os maus são atraídos pela ociosidade, os bons aproximam-se na medida em que nos vejam ativos, principalmente quando cultivamos iniciativas no campo do Bem, o mais nobre de todos os serviços.
Quanto maior o nosso empenho em servir o próximo, mais ampla a atenção de Benfeitores espirituais, interessados em nos utilizar como instrumentos para abençoadas tarefas em favor dos sofredores de todos os matizes.
Por isso, a par do tratamento espiritual, com passes magnéticos, reuniões de desobsessão, vibrações, orientação de leitura, cursos, é fundamental que o Centro Espírita crie uma estrutura de serviços em favor da multidão carente e sofredora, que constitui boa parcela da população, em qualquer cidade.
E que se vinculem a esses serviços as pessoas que se queixam da falta de motivação, apáticas, depressivas, comprometidas com a inércia.
Abençoada seja a exaustão física que venhamos a experimentar nesse empenho, a situar-se como vigoroso exercício que fortalece os músculos da alma, habilitando-nos a resistir às incursões das sombras.

Richard Simonetti

Fonte: Reformador – março/2006
imagem: google

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

A TERRA





Novo vídeo do meu canal. Reflexão a respeito da Terra como planeta escola. Texto de Emmanuel.